terça-feira, 9 de junho de 2015

Bicho ciúme

teu ciúme, incessante
me desperta, me agita
de insônia fico cheia
menos sono, mais aflita
teu ciúme, sem motivo
me condena, me irrita
quanto mais quero acalmar
mais tu me evita
e quando tento até falar
tu me corta, me emudece
até mesmo me entristece
deita e dorme, vê se esquece
e eu insônia, eu estresse
o teu ciúme, bicho ácido
me cansa, me culpa
te peço, me escuta
cala esse ciúme
cadê tua boca que sorria?


Nenhum comentário:

Postar um comentário